Recent Posts
Please reload

Archive
Please reload

Filtro solar da alimentação

November 19, 2017

 

Foto: Henrique Gualtieri


Existem muitos questionamentos em relação a alimentos permitidos e "proibidos" em uma alimentação saudável.

Vários de meus pacientes e alunos me encurralam constantemente com o "mas isso não pode???"
A quantidade de interrogações varia de acordo com a informação.

Então resolvi trazer pontos que podem fazer com que algumas pessoas reflitam questões sobre a relação que possuem com a própria alimentação.

Devemos nos atentar ao fato da indústria alimentícia ter tomado conta da alimentação mundial. Em uma outra época onde a natureza era quem dominava, cuidados com o que comer não eram tão necessários.
Hoje, temos que repensar a "quantidade de químicos" que colocamos para dentro do nosso corpo. Um molho de pimenta já não é mais pimenta batida com especiarias: tem nitrito, conservantes, conservadores, números e aromatizantes. Elementos que são estranhos ao corpo. Causam reação de estranhamento conhecida como inflamações. 


Da mesma forma que hoje, expor ao sol por longos períodos é prejudicial à saúde da  pele, alimentar-se sem alguns cuidados pode ser tanto ou mais perigoso.

O ser humano infelizmente causou danos e mudanças irreversíveis aos processos naturais do nosso planeta.
Não podemos comparar o pão que temos hoje, com o que a nossa avó comia. Os legumes, as verduras, hoje são cultivadas em um solo diferente. Sementes alteradas geneticamente, solo contaminado, até a água fluoretada afetam nossa saúde. Do corpo e da mente. Intoxicam nossas células e inflamam nossos sistemas.

O filtro solar criou um espaço de importância na vida das pessoas. Previne o câncer, evita as rugas, hidrata e protege a pele.

A alimentação hoje em dia, deve ser tratada como um filtro solar diante a exposição ao Sol. É imprescindível cuidar do excesso de exposição, importante repensar os cuidados e tratamentos.
As rugas enxergamos. O câncer, é detectável. 

Já as inflamações internas e os efeitos de uma alimentação tóxica, são silenciosos e muitas vezes invisíveis aos olhos.

A comunicação do nosso corpo conosco pode ser sutil ou dolorosa. Tudo depende da necessidade em que ele se encontra de nos avisar sobre algo ou nos pedir socorro.

Existem algumas atitudes que você pode tomar para iniciar um processo de mais harmonia com seu corpo e sua alimentação. 


Aqui segue algumas sugestões.

1-Repense a qualidade dos alimentos que você come. Já parou pra pensar de onde vem a fruta que você come todos os dias? Ha quanto tempo ela foi colhida até chegar a sua geladeira? Como ela sobrevive tanto tempo sem estragar?
Da onde vem a carne que você serve à mesa? Aonde esse gado vivia, de que se alimentava, qual a qualidade de vida que ele levava? Não devemos nos preocupar somente com o que comemos. Devemos nos preocupar também com o que come o que comemos.

 

 

 

2-Preocupe em dar um descanso para seu corpo já que ele trabalha tanto por você. Isso inclui algum dia na semana comer alimentos que deem energia pra ele trabalhar. Comer em menor quantidade, descansar um pouco a digestão, descansar também A MENTE. Desintoxicar não é sinônimo de suco verde. É deixar o ruim ir para o bom conseguir chegar.
Ler um livro ao invés de uma TV, escutar uma música tomando um chá ao invés de uma Coca-Cola. Tudo isso conta como processo de desintoxicação.

3-Pesquise novos alimentos.
Quando queremos comprar um carro novo, um apartamento ou procurar um emprego, fazemos pesquisas para selecionar as melhores opções. Não é porque comemos desde que nos entendemos por gente, que entendemos alguma coisa sobre alimentação.
Existem alimentos maravilhosos, regionais, locais que desconhecemos. Alimentos simples, de fácil acesso que estão apenas distantes do nosso conhecimento e que passam desapercebidos. Traga a sua atenção para novas propostas alimentares. Permita-se pensar diferente, explorar, CONHECER, experimentar. Você pode se surpreender. Nosso paladar muda de 5 em 5 anos. Às vezes você precisa renovar os conhecimentos sobre si mesmo.

Boa aventura em explorar novos conceitos. Bem vindo a um novo universo de bem-estar.

Namaste,

Xanda.  

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload